Voltar

08/01/2020

Biologia Molecular

Compartilhe:

O IPPF conta com equipamentos e equipe técnica altamente qualificada para atuar em diversas áreas da biologia molecular relacionadas ao apoio laboratorial ginecológico.
Os exames são feitos com rigoroso controle do IPPF, oferecendo maior segurança e agilidade na realização dos exames.

PCR Patógenos DSTs
Na citologia líquida é possível realizar, além do Papanicolaou, exames para detecção de patógenos do trato genital de rotina (aceitos pela maioria dos convênios).
Infecções assintomáticas, mas que podem evoluir e causar uretrite, cervicite, endometrite, salpingite, cistite, que podem levar à infertilidade ou gravidez ectópica, ao aborto espontâneo, ao parto prematuro, à septicemia, à meningite e à pneumonia em recém-nascidos.
A técnica de PCR em tempo real apresenta alta sensibilidade na detecção dos patógenos: Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae, Mycoplasma hominis, Ureaplasma urealyticum, Candida albicans.

Perfil Trombose
Mulheres com mutações nos genes de coagulação tem aumentado o risco do surgimento de uma trombose venosa, o que pode representar alto risco em pós-operatório e na gravidez, sendo o seu diagnóstico de extrema importância na decisão de conduta terapêutica/preventiva.
Realizamos o teste de PCR Perfil Trombose que pesquisa as mutações: Fator V de Leiden (G1691A), Metilenotetraidrofolato redutase (C677T, A1298), Protombina (G20210A)

PCR em Tempo Real para Herpes Simplex 1 e 2
Pacientes que apresentam lesões sugestivas para infecção de herpes, necessitando de diagnóstico confirmatório na exclusão de outras etiologias para decisão de conduta terapêutica.

PCR para HPV com Genotipagem
Pacientes que apresentam lesões sugestivas para infecção de papilomavírus humano (HPV). A conduta clínica depende da tipagem viral já que algumas são associadas ao desenvolvimento de carcinoma invasivo. As técnicas de PCR em tempo real apresentam maior sensibilidade na detecção e tipagem do patógeno.
Exames: PCR em tempo real para HPV com genotipagem: Alto risco oncogênico (HPV16 e HPV18) e Baixo risco oncogênico (HPV6 e HPV11).

Captura Híbrida para HPV
A captura híbrida é um exame de screening aconselhado para ser usado junto ao exame anual preventivo do câncer, apresentando maior sensibilidade do que o Papanicolaou sozinho.